Marília Campos - Deputada Estadual - Emir Sader: “Precisamos falar do Lula”


Emir Sader: “Precisamos falar do Lula”

06/09/2017 | PT

444.jpg

Brasil 247 – 31/08/2017

Já se disse tudo ou quase tudo sobre o Lula, assim como o oposto do que se diz. Que é um politico populista, que está envolvido em corrupção, que é um conciliador de classes, que é um politico superado.

Mas o Lula cada vez surpreende, a seus seguidores e a seus adversários. Surpreendeu em 1989, quando foi semeando o apoio popular pelas caravanas da cidadania, até que chegou ao segundo turno e quase é eleito presidente do Brasil.

Surpreendeu quando lançou a Carta aos brasileiros e o Lulinha, paz e amor, como via para triunfar na sua ultima tentativa de presidir o Brasil. Surpreendeu com o ajuste fiscal com que iniciou seu governo, até ficar claro que o fazia pra promover a prioridade das politicas sociais – chave do sucesso espetacular do seu governo.

Surpreendeu quando estabeleceu uma aliança com o PMDB, conseguindo apoio para as politicas sociais do seu governo, para o resgate do papel ativo do Estado, para uma politica externa soberana.

Surpreendeu quando colocou em pratica a mais eficiente politica de recuperação do desenvolvimento econômico combinado com o mais amplo processo de inclusão social.

Surpreendeu quando, ameaçado de impeachment pela direita, convocou os movimentos populares a apoiarem o seu governo e conseguiu que a oposição recuasse.

Surpreendeu quando não se deixou sufocar pela tentativa da oposição de asfixiar seu governo e se reelegeu e 2006, graças às politicas sociais do seu governo. Surpreendeu quando fez o nordeste, antes sempre capturado pelo clientelismo da direita, o bastião mais forte da esquerda, porque beneficiário de politicas que mudaram muito a vida de milhões de pessoas.

Surpreendeu quando se projetou no mundo como a liderança politica mais importante em escala global.

Surpreendeu quando resistiu às pressões para que alterasse a Constituição e se lançasse candidato a um novo mandato. Surpreendeu quando lançou a Dilma e surpreendeu quando conseguiu elegê-la.

Surpreendeu e segue surpreendendo. Enquanto alguns tentam empurrá-lo para a imagem de um politico superado, Lula viaja pelo pais, reforçando a ideia de que ninguém, nem de longe, tem o apoio popular que ele tem. Surpreende quando logra que amplos setores da juventude expressem a identificado com a sua liderança e os logros do seu governo.

Surpreende quanto enfrenta, de peito aberto todas as covardes acusações difundidas pela mídia e por setores do Judiciário, desafiando-os a provar sua culpa e jogando na cara deles as evidencias da sua inocência.

Surpreende quando revela um conhecimento do pais como ninguém tem, no detalhe e nas grandes linhas e dilemas do Brasil. Surpreende quando mantém e até amplia um leque de conversas com setores muito diferenciados da sociedade – dos MST a setores do grande empresariado.

Surpreende quando consegue combinar uma visão com profunda identidade com todos os de baixo da escala social, com um sentimento nacional que abarca os interesses de todo o pais.

Surpreende quando mostra capacidade de liderança sobre setores de distintas idades, de distintas regioes do pais, de interesses diferenciados, que ele logra amalgamar em um discurso abrangente.

Precisamos falar do Lula, do Lula realmente existente, essa pessoa muito simples e, ao mesmo tempo, capaz de abordar os temas mais complexos de forma direta e com propostas concretas.

Precisamos falar do Lula, do Luiz Inácio Lula da Silva, de carne e osso, afável no tratamento e duro no combate, aberto a enfoques novos e às reivindicações dos setores mais amplos da sociedade.

Falar do Lula dirigente máximo do movimento popular brasileiro, único líder com capacidade de reunificar o pais em torno de um projeto de retomada do desenvolvimento econômico com distribuição de renda, de resgatar o prestigio do Brasil no mundo e de recuperar a legitimidade do governo e a autoestima dos brasileiros.

Lula surpreende quando viaja pelo nordeste brasileiro, por mais de 100 cidades em 20 dias, fazendo mais de 100 discursos, propiciando o mais gigantesco processo de mobilização popular e de tomada de consciência que o povo brasileiro já teve a possibilidade de aceder.

Precisamos falar do Lula, compreender as razões do seu poder de liderança sobre o povo, sua interação formidável com o povo, entender o por que ele é o único líder popular no pais na atualidade. Entender o que ele significa para o povo e para o Brasil. Sem o que não entenderemos nem o Lula e nem o povo, nem o Brasil.

Emir Sader é um sociólogo e cientista político brasileiro.